sexta-feira, março 26, 2010

Fragmentos de retornos e cotidianos

Foto: Silvia Câmara

E a menina faz um percurso fantástico naquele entrelugar,

entre o despertar e o sono.



Escorre,


vagarosamente,


uma neblina povoada de sonhos,


pedaços de vidas, fios condutores de memória


— Aquela, a guardiã das lembranças —,


as imagens aparecem na mente, às vezes, longe, perto, longe.
Um assovio, talvez um pio, denuncia a hora do levantar,


prenuncio de alvorada.


Véspera de sol-nascer.
De volta à realidade.

Silvia Câmara

4 comentários:

Leonardo B. disse...

[claro contorno de um dia, que se amanhece]

um imenso abraço, Silvia

Leonardo B.

MARIAESCREVINHADORA disse...

Belo amanhecer, Silvinha.

MARIAESCREVINHADORA disse...

Silvinha, fui lá, curti tua bebê e achei que se não fosse loura seria Silvinha 2.
Beijos

Geraldo Brito (Dado) disse...

Belo texto e linda foto.
Saudações e parabéns pelo blog!