sábado, março 24, 2007

Saudade... de nada


Eu quis fazer uma poesia.
Eu quis dizer que estava com saudade,
sem saber
do que
sequer...
Sabe?
Eu tinha uma vontade louca
de estar com você!
Mas,
quem é você?
Minha saudade sem nome!?
Eu quis dizer num verso simples
meu canto de amor,
minha solidão....
Estou só.
(Você, onde está?...
Em que pensa nessa hora?
Estará como eu
escrevendo agora?)
São três horas da madrugada,
a saudade de você
Não me deixa dormir.
Olhe,
o luar lá fora
- dá gosto se ver!...
(Onde estará você?...)
Eu quis fazer do verso
uma canção pra você
(Será que você está mesmo
dormindo agora?
Ou está numa roda de amigos,
batendo papo e tomando chopp?
É incrível eu não saber
onde está você...!)
Eu quis fazer uma poesia pra você...
Eu quis lhe falar do luar...
Eu quis lhe dar um nome...
Eu quis lhe encontrar...
Eu quis matar a saudade
que não de deixa dormir
E só fiz espertar...
(É melhor pensar que sei seu nome,
que vou poder lhe encontrar,
que você está dormindo agora,
e que eu sou sua amada...
minha saudade...
de nada!)

Da minha amiga Tânia França ( que não quer ser chamada Poeta)

4 comentários:

Verônica Aroucha disse...

Que bela poesia!
Entendo bem de uma saudade assim.
Tânia disse bonito...
Parabéns, as duas amigas.
Abraço imenso,
Verônica

Tânia França disse...

Ai, meudeusimdocéu!
Né que ela me postou, bem ali, no mei do monte de brisa poética?!
Tô bem assim... envergonhadamentenvaidecida, entende? Desse jeito, você tá é me forçando a estudar um pouquinho ou exercitar muuuito para estar a altura dessa brisa poética que me encanta e na qual me refugio cada vez que preciso me esconder do mundo que não quero ver...

MARIAESCREVINHADORA disse...

Sílvia,

Parabéns por sua feliz escolha antes que eu ou Martha nos adiantássemos nessa homenagem mais que merecida à nossa poeta instintiva, nem por isso menos grande que é Tânia.
Grande abraço,

Conceição.

Nádya Haua disse...

Oi Silvia, tudo bem?
Seus poemas são simplesmente maravilhosos! Amei seu cantinho, viu?
Sei que demorei a chegar, mas hoje aqui estou para deixar meu abraço amigo, o meu muito obrigada pela vista que abrilhantou meu singelo cantinho e deixar-te os votos de uma Páscoa, maravilhosa, ao lado dos seus.
Um grande beijo em seu coração, menina e sucesso sempre!
Nádya Haua