domingo, setembro 20, 2009

Da cor da folha caída


Foi nesse instante,
Quando a folha despediu-se do galho
Último olhar de um a outro
E um adeus da cor do outono.
Descobri naquele ato
A mesma cor dos olhos amados.

Silvia Câmara

4 comentários:

Maria Muadiê disse...

.a cor do outono?

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Amiga, talvez vc esteja interessada ou conheca alguém que esteja em participar na III Antologia de Poetas lusófonos, veja a postagem em Cores & Palavras http://coresepalavras.blogspot.com/2009/10/iii-antologia-de-poetas-lusofonos.html
Kandandu

MARIAESCREVINHADORA disse...

Que amor sem fim, até numa folha caída a poeta vê motivo para lembrar os olhos do amado...

Verônica Aroucha disse...

Que doçura e delicadeza, amiga.
Um beijo e uma lembrança.